Finanças- 11 Dicas Para Equilibrar Sua Vida

Dicas para Equilibrar as Finanças

Equilibrar as finanças tem se tornado um dos maiores desafios para todos os brasileiros. Principalmente em momentos de crise e alta do dólar, todo brasileiro deseja ter uma situação financeira confortável, o que mais desejamos é pagar as contas, ter dinheiro para uma viagem em férias, além da busca constante de garantir sua aposentadoria.

Porém a realidade é bem diferente dos desejos, mesmo tendo emprego e bom salário, muitos não conseguem sequer pagar as contas do mês, isso cabe uma reflexão.

Será que você recebe pouco? Ou não toma o cuidado necessário com o dinheiro?

Para te ajudar na busca de uma vida financeira equilibrada.

Separamos 11 dicas para você equilibrar suas finanças.

Confira as dicas.

1- ORGANIZE SUAS DESPESAS E RECEITAS.

A palavra chave para melhorar sua situação é organização, veja quais são os seus gastos com as despesas caseiras. Água, Luz, telefone, gás.

Procure saber quanto esses contas representa no seu orçamento, coloque no papel todo os outros gastos, até mesmo cinema, lanches e cafezinhos, anote tudo que você recebe, salário, bicos, etc.

Se você não tem ideia por onde começar esse controle, existe na internet várias planilhas modelos em Excel, além de diversos aplicativo que te ajudam a manter o controle, se você não tem computador e nem celular, coloque todas suas anotações financeiras em seu controle.

O jeito que você vai fazer, não tem problema, o importante é manter o controle!

2- ATENÇÃO PARA OS DETALHES

Vamos dar um exemplo prático para você entender, se você adora aquele suco de laranja de manhã, toma um pela manhã e outro a noite, e cada suco custa em torno de R$ 3,00, em um dia você já gastou 6,OO, em uma semana R$ 30,00, contando que você toma esse suco somente de segunda a sexta, em um mês você já gastou R$120,00, imagina o custo anual. Pois bem, no ano você gastará em torno de R$1440,00.

Viu só quantos detalhes? quando você coloca no papel, agora imagine outros pequenos custos somados a esse. não estou dizendo que você deve cortar seu café.

Mas apenas ter uma noção de quanto ele está te custando, e qual é o tamanho desse custo anualmente, essa atenção especial pode mudar sua vida.

3- TENHA FOCO

Ter foco irá te manter na briga pelo o equilíbrio das finanças, o foco fará com que você continue a caminhar para o sucesso, seja qual for seu objetivo, trocar de carro, pagar suas dívidas, ou mesmo ter uma reserva para parar de trabalhar ou viajar.

Quem determina o objetivo é você, mantenha o foco para ter sucesso nas suas finanças.

Equilibrar as finanças

4- TENHA PACIÊNCIA

Não adianta acreditar que seus problemas serão resolvidos rapidamente, o que você vai ficar rico da noite para o dia sem fazer nada. Apesar de a maioria acreditar que vai mudar de vida ganhando uma boa quantia de dinheiro na loteria.

A realidade é bem diferente do que essa crença, uma vez que são raros os casos em que isso acontece, para equilibrar sua vida e suas finanças, você precisará de muita paciência, determinação e persistência.

Além de muito trabalho e estudo, por isso tenha paciência e acredite em você, sua determinação vai dizer em quanto tempo sua vida vai mudar.

5- VIVA COM MENOS

Isso mesmo, viva com 50% do que você ganha, um dos padrões mas utilizados para gestão financeira, é o padrão 50-15-35.

Que é 50% da sua receita para as despesas da casa, onde entra aluguel, luz, gás, água, alimentação, etc. Separe 15% para suas economias e investimentos, é esse dinheiro que vai te dar uma base sólida. E os 35% separe para as despesas pessoais, despesas como, roupas, academia, escola, viagens, etc.

Mas lembre-se, não adianta guardar dinheiro com dívidas, o juros das dívidas sempre serão maiores que os ganhos, por isso antes de investir, quite suas dívidas.

Essa divisão de 50-15-35 não é um método rígido, você pode adaptá-lo a sua realidade, o importante é ter um valor determinado para cada área.

Se você começar logo, vai ver que sim é possível viver assim.

6- LIVRE-SE DO CARTÃO DE CRÉDITO

O cartão de crédito é o buraco negro das finanças, como ele passa uma sensação errada, de que você tem mais dinheiro do que parece, é muito fácil se perder nas contas.

Um controle rigoroso deve ser feito caso tenha cartão de crédito, se você não consegue controlar os gastos no cartão, e navegar pela internet é um convite à compras.

Livre-se do cartão de crédito e passe a comprar tudo a vista, tenha certeza, que depois disso, suas finanças vai mudar de nível.




7- CORTE EXCESSOS

Excessos são os principais motivos para o descontrole financeiro, não consuma o que não precisa, pense antes de realizar uma compra.

Você realmente precisa daquela roupa ou sapato? Você realmente precisa trocar de carro? Você realmente precisa comprar um TV nova?

Não haja no impulso, ele é a porta de entrada dos excessos, postergue a compra para um data futura, essa atitude fará com que você reflita mais antes de gastar.

E você só vai comprar se realmente for necessário, o supermercado é um grande vilão na hora da compra, passar pelas prateleiras sem pegar alguma coisa é quase impossível.

Por isso faça uma lista do que você realmente precisa, e quando chegar no supermercado, só compre o que estiver na lista.

Pequenas economias dentro de casa, também fecha a torneira do excesso, não deixar a luz acessa sem necessidade, marcar tempo no banho, fechar a torneira durante a escovação dos dentes, reutilizar a água da máquina de lavar roupa para lavar o quintal, reparar os pinga-pinga das torneiras.

Tudo isso, são pequenas atitudes que farão a diferença, seja um combatente dos excessos, e sua vida financeira mudará.

8- ELIMINE AS DÍVIDAS

Para poupar e começar a guardar o primeiro passo é acabar com as dívidas, negocie suas dívidas, se for necessário reduza as suas despesas pessoais, porém, não deixe de pagar as despesas domésticas.

Na maioria dos casos, as empresas e bancos negociam as dívidas, de uma forma mais flexível para que você possa quitá-las, o empréstimo deve ser sua última medida para acabar com as dívidas, só parta para o empréstimo se você não tem condição de pagar a negociação e se o juros que você paga atualmente estão muito altos.

Mas se for possível, coloque as prestações dentro do orçamento mensal, mesmo que você tenha que abrir mão de algumas regalias, lembre-se que uma redução no estilo de vida e na poupança.

Será por tempo determinado, somente para acertar a situação, que logo logo você voltará ao nível atual de vida.

9- SEGUNDA FONTE DE RENDA

Se puder, garanta uma segunda renda, você pode fazer isso através de horas extras em seu trabalho, ou até mesmo ganhando dinheiro com seu hobby.

Pense no que você gosta de fazer, esse assunto pode virar diversos conteúdos para internet, você pode ganhar trabalhando com um blog, existem diversas formas de ganhar dinheiro online, faça um segunda renda com o que você gosta.

Ao quitar sua dívida, você vai sentir um alívio, uma segunda fonte de renda vai te ajudar tando nas suas economias para complementar as despesas de casa.

Equilibrar as finanças 2

10- GUARDE NO COMEÇO

Não pense nas sobras do final do mês, essas sobras não podem ser seu alicerce, você deve separar uma parte dos seus rendimentos logo no inicio do mês.

Com essa atitude você provará sua determinação, se você deixar para o final de mês, pode não sobrar nada.

Lembre-se da música dinheiro na mão é vendaval, por isso para poupar e guardar dinheiro de verdade, o investimento tem que ser a primeira saída do seu orçamento.

11- PEÇA DESCONTOS

Se você precisa equilibrar suas finanças, não tenha vergonha de pedir descontos nas compras, esse é um problema da maioria dos Brasileiros, sentem vergonha de pedir aquele desconto na hora da compra.

Pense bem, se você está comprando um produto de R$ 2 mil e está pagando a vista, se a mesma compra é parcelada em 10 X 200,00, com certeza se você for pagar na hora, no minimo precisa ter de 10% a 20% de desconto.

Não tenha vergonha de negociar, você está mudando sua vida financeira, os grandes milionários do mundo, são também grandes negociadores.

E aí gostou das dicas de finanças? Está preparado para sair das dívidas e começar a investir? Aplicando as dicas acima, você verá que não é impossível, sair de uma vida em dívidas para um investidor de sucesso.

Aquele Abraço

One Reply to “Finanças- 11 Dicas Para Equilibrar Sua Vida”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *